Avisos Paroquiais
Receba nosso informativo diretamente em seu e-mail.
DEUS EM DIÁLOGO

13/09/2015

DEUS EM DIÁLOGO


A novidade da revelação bíblica consiste no fato de Deus se dar a conhecer no diálogo, que deseja ter conosco. A Constituição dogmática Dei Verbum tinha expos-to esta realidade, reconhecendo que “Deus invisível na riqueza do seu amor fala aos homens como a amigos e convive com eles, para os convidar e admitir à comunhão com Ele”.

Contudo, ainda não teríamos compreendido suficientemente a mensagem do Prólogo de São João, se nos detivéssemos na constatação de que Deus se comuni-ca amorosamente a nós. Na realidade, o Verbo de Deus, por meio do Qual “tudo começou a existir” (Jo 1, 3) e que se “fez carne” (Jo 1, 14), é o mesmo que já existia “no princípio” (Jo 1, 1). Se aqui podemos descobrir uma alusão ao início do livro do Gênesis (cf. Gn 1,1), na realidade vemo-nos colocados diante de um princípio de caráter absoluto e que nos narra a vida íntima de Deus.

O Prólogo joanino apresenta-nos o fato de que o Logos existe realmente desde sempre, e desde sempre Ele mesmo é Deus. Por conseguinte, nunca houve em Deus um tempo em que não existisse o Logos.
O Verbo preexiste à criação. Portanto, no coração da vida divina, há a comunhão, há o dom absoluto. “Deus é amor” (1 Jo 4, 16) – dirá noutro lugar o mesmo Apóstolo, indicando assim “a imagem cristã de Deus e também a consequente imagem dohomem e do seu caminho”. Deus dá-se-nos a conhecer como mistério de amor infinito, no qual, desde toda a eternidade, o Pai exprime a sua Palavra no Espírito Santo.

Por isso o Verbo, que desde o princípio está junto de Deus e é Deus, revela-nos o próprio Deus no diálogo de amor entre as Pessoas divinas e convida-nos a participar nele. Assim, feitos à imagem e semelhança de Deus amor, só podemos compreender a nós mesmos no acolhimento do Verbo e na docilidade à obra do Espírito Santo. É à luz da revelação feita pelo Verbo divino que se esclarece definitivamente o enigma da condição humana.


(Extraído de Bento XVI. Exortação Apostólica Pós-Sinodal Verbum Domini, n.º 6.)

Voltar

 
| Política de privacidade © 2009 Paróquia São Sebastião. Todos os direitos reservados.